04 outubro 2016

Carta de uma menina para a vida

Olá, há quanto tempo não presto contas contigo. Sei-o bem que a esqueci, ou melhor, tentei esquecê-la, tentei me fechar e viver reclusa, pois as decepções eram demasiadamente torturantes, e a culpa que me acompanha nos simples momentos da minha vida, é como um relógio que nos avisa as horas, constante.
COPYRIGHT © 2017 | THEME BY RUMAH ES